quarta-feira, julho 21, 2010

COLHEITA

Muitas manhãs nasceram,
alegria, carinhos, aromas.
Muitas noites nos cobriram,
risos, lágrimas, sonhos.
Ao teu lado aprendi
coisas que ninguém diz:
que o mar não seca,
enquanto houver chuva;
que o oceano sempre é mais
quando não se dá fronteiras.
Acordei para o amor,
depois de muito chorar,
perdido na solidão,
solto nos ventos da noite,
Acordei para a vida,
quando tocaste meus olhos,
quando beijaste meus lábios,
quando te mostraste a mim.
Viver se tornou plenitude,
amar se tornou água,
ar, alimento, sustento,
Em ti, encontrei o paraíso...

Nenhum comentário: